Jornalista venezuelano é encontrado morto a punhaladas

Âncora da Radio Caracas Televisión foi assassinado con cinco facadas, diz polícia; investigação é iniciada

Associated Press,

16 de junho de 2008 | 18h15

Um jornalista do canal venezuelano Radio Caracas Televisión (RCTV) foi assassinado a punhaladas em seu apartamento, informou nesta segunda-feira, 16, a imprensa local. Javier García, repórter e âncora da RCTV, foi encontrado morto no domingo com marcas de cinco facadas em seu corpo, declarou o comandante da polícia da cidade de Baruta, Wilfredo Borras, ao jornal El Universal.   O policial indicou que o corpo do jornalista foi encontrado por um familiar. "O irmão tinha as chaves, entrou no apartamento e percebeu que haviam várias objetos fora do lugar. O quarto de García estava fechado, e ele chamou os bombeiros para forçar a porta. Ao abrí-la, viram que o jornalista não apresentava sinais vitais", relatou Borras.   As autoridades informaram em comunicado nesta segunda que iniciou uma investigação para esclarecer o crime. Como parte das investigações, os oficiais realizaram um estudo técnico científico da casa de García, e coletaram material para análise.   A polícia também entrevistou uma testemunha, que supostamente teria visto uma pessoa tentando tirar uma mala do edifício onde está o apartamento de García, informou o Ministério Público.   A emissora RCTV declarou em comunicado nesta segunda que "até o momento são desconhecidas as circunstâncias deste lamentável e violento ato."

Mais conteúdo sobre:
Venezuelaassassinato

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.