Justiça boliviana retoma julgamento de ex-governador opositor a Evo

Leopoldo Fernández é acusado de mandar matar camponeses; oposição diz que julgamento é político

Efe

21 de julho de 2010 | 17h39

LA PAZ - Um tribunal boliviano retomou nesta quarta-feira, 21, após o recesso de um mês o julgamento do ex-governador de Pando Leopoldo Fernández. O político, que faz oposição ao presidente Evo Morales, é acusado de ordenar a chacina de 13 pessoas em 2008. Fernández foi ouvido em juízo.

Preso desde 2008 em uma prisão de La Paz, Fernández foi candidato derrotado a vice-presidente nas eleições do ano passado. Ele e mais 12 dos 27 acusados pelas mortes dos camponeses respondem pelas mortes, que aconteceram durante uma onda de protestos contra o governo de Evo na região da 'meia lua', a mais rica do país. A oposição alega que o julgamento é político.

Tudo o que sabemos sobre:
BolíviaPandoLeopoldo Fernández

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.