Mario Guzman/Efe
Mario Guzman/Efe

Justiça do México decreta prisão preventiva contra capo do narcotráfico

'El Grande' foi capturado no fim de semana como resultado de operação que durou cerca de 10 meses

AP,

15 de setembro de 2010 | 17h47

CIDADE DO MÉXICO- Um juiz mexicano ordenou nesta quarta-feira, 15, prisão preventiva contra Sergio Villarreal Barragán, conhecido como "El Grande", um líder do cartel dos irmãos Beltrán Leyva capturado no fim de semana.

 

Veja também:

lista Saiba mais sobre o tráfico de drogas no México

 

A Procuradoria Geral da República (PGR) informou hoje em um comunicado que após a ordem do juiz, "El Grande" permanecerá em instalações da Polícia Federal na capital mexicana por ao menos 40 dias.

 

Junto ao capo, foram detidos dois cúmplices que também ficarão sob prisão preventiva no mesmo local.

 

Segundo a PGR, ``El Grande'' é suspeito dos crimes de associação criminosa, violação a lei federal de armas de fogo e narcotráfico.

 

Infantes da marinha o detiveram no domingo quando saía de uma casa no estado central de Puebla, resultado de uma investigação de cerca de dez meses.

 

Segundo o governo, a captura de "El Grande" debilita o cartel dos Beltrán Leyva, considerado um dos grupos do narcotráfico que mais cresceu no país, com presença em ao menos nove dos 32 estados do país, inclusive na capital.

 

"El Grande'' ficará preso no mesmo lugar onde está Edgar Valdez Villarreal, ``La Barbie'', outros dos capos mais procurados no México, capturado duas semanas antes.

 

``La Barbie'' pertencia ao mesmo cartel, mas deixou o grupo logo após a morte do líder Arturo Beltrán Leyva, em dezembro do ano passado.

 

Mais de 28 mil pessoas morreram em ações relacionadas ao narcotráfico desde que o presidente Felipe Calderón lançou uma ofensiva contra os cartéis de drogas, em dezembro de 2006.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.