Justiça haitiana manda soltar americanos presos por sequestro

Missionários foram indiciados no último dia 5 após tentarem levar 33 criançaspara a República Dominicana

Associated Press,

11 de fevereiro de 2010 | 14h25

A Justiça do Haiti decidiu nesta quinta-feira,  11, libertar os 10 americanos presos por tentar tirar crianças ilegalmente do país. Os missionários foram ouvidos pelo juiz Bernard Saint-Vil na quarta-feira. O magistrado comunicou sua decisão à promotoria.

 

"Acabei de assinar o mandado de soltura e mandei para a procuradoria", disse o juiz.

 

Os missionários foram indiciados no último dia 5. No final de janeiro, eles tentaram levar 33 crianças do país para a República Dominicana, sob a alegação de que as crianças eram órfãs e que eles as estavam levando para um orfanato dominicano, mas depois se descobriu que várias crianças ainda tinham familiares vivos no Haiti.

Eles teriam dito às autoridades de fronteira que tinham os documentos dos menores, mas acabaram sendo presos.

 

As crianças, com idades variando entre dois e 12 anos, estão agora sob os cuidados de uma organização austríaca em Porto Príncipe.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.