Karl ganha intensidade perto da costa mexicana

Se continuar assim, furacão causará fortes chuvas e inundações no sudeste do México

Efe,

17 de setembro de 2010 | 03h47

MIAMI - O perigoso furacão Karl segue ganhando intensidade, com ventos que chegam a 160 km/h e nesta sexta-feira, 17, pôde tocar a costa do México como um ciclone de categoria 3, segundo meteorologistas americanos. O Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos informou, em boletim emitido às 0h desta sexta (horário de Brasília) que o Karl já é um furacão de categoria 2, e com previsões que chegue a 3, o que ocasionaria fortes chuvas e inundações no litoral sudeste do México.

 

O furacão se encontra a 185 quilômetros ao leste do estado mexicano de Veracruz, e a 335 quilômetros da localidade de Tuxpan, na latitude 19,7 graus norte e longitude 94,5 graus oeste. O governo mexicano emitiu um aviso de furacão para a costa, desde Palma Sola até Veracruz. Segue vigente um aviso de furacão desde Veracruz até Cabo Rojo e uma vigilância de furacão (passagem até 48 horas) para a costa norte do México, desde Cabo Rojo até La Cruz.

Quando tocar a terra, o furacão pode causar forte ressaca, com destrutivas ondas e um aumento do nível do mar perto do litoral e rumo ao norte.

Tudo o que sabemos sobre:
México, furação, tragédia, Karl

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.