Leia a íntegra dos artigos assinados por Fidel Castro

Desde que passou o comando de Cuba para seu irmão Raúl, em 31 de julho, Fidel Castro têm se comunicado com o mundo exterior quase que exclusivamente por meio da publicação de artigos no jornal oficial do Partido Comunista, o Granma.  Até agora, o líder já assinou 33 editoriais sobre os temas mais diversos - desde o projeto dos EUA e do Brasil para desenvolver um mercado mundial do etanol até a divulgação de documentos sobre planos do serviço secreto americano para assassiná-lo na década de 60. Ele também tem aparecido em fotografias e vídeos na mídia estatal.  O estadao.com.br reproduz a seguir alguns dos principais textos assinados por Fidel.   'O império e a ilha independente', sobre tentativas de anexação de Cuba 'A chama eterna', sobre um ano sem Fidel no poder 'Apesar de tudo', sobre o desempenho de Cuba no Pan do Rio 'A repugnante compra e venda de atletas', da deserção no Pan 'O Brasil substituto dos EUA?', sobre pedido de asilo por atletas 'Outra reflexão sobre os Pan-Americanos', e desafios do esporte 'O roubo de cérebros', destinado a formandos de Informática 'Bush, a saúde e a educação', sobre conferência da Casa Branca 'Autocrítica de Cuba', sobre a União de Jovens Comunistas 'A tirania mundial', sobre o dia da independência dos EUA 'O bom Deus me protegeu de Bush', sobre declarações de Bush 'Uma resposta digna', sobre as sanções européias a Cuba 'Mais um argumento para o Manifesto', sobre atentados a Fidel 'Reflexão sobre as reflexões', sobre os textos de Fidel 'Necessitado de carinho', sobre a visita de Bush à Albânia 'O tirano visita Tirana', sobre o apoio dos EUA a Kosovo 'As mentiras e os embustes de Bush', e a visita de Bush ao Papa 'A reunião do G-8', sobre o encontro dos países desenvolvidos 'As idéias não se matam', sobre as despesas da guerra do Iraque 'Bush espera um estrondo', sobre a morte de civis no Iraque 'Ninguém quer pegar o boi pelos chifres', sobre etanol 'O que aprendemos do VI Encontro de Havana', sobre a reunião 'O que se impõe é uma revolução energética': Brasil e Etanol 'A resposta brutal', sobre a libertação de Posada Carriles 'A internacionalização do genocídio': Lula em Camp David 'Mais de 3 bi condenadas a morrer de fome e de sede': etanol 

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.