Leia íntegra das cartas de renúncia dos dirigentes cubanos

Autoridades admitem 'erros' em jornal oficial; Ex-vice-presidente e ex-chanceler foram destituídos por Raúl

Agências internacionais,

05 de março de 2009 | 12h38

Duas autoridades da cúpula do governo de Cuba, que foram substituídas no começo da semana pelo presidente Raúl Castro, admitiram "erros" em cartas publicadas no jornal diário do Partido Comunista, o Granma. O vice-presidente Carlos Lage e o ministro das Relações Exteriores, Felipe Pérez Roque, confirmaram que renunciaram aos seus cargos no governo e postos no Partido Comunista. Nas cartas ao Granma, os dois admitiram "erros" e assumiram a "responsabilidade" por eles. Tanto Lage como Pérez Roque eram considerados possíveis candidatos à sucessão cubana - ambos seriam aliados próximos de Fidel Castro. Leia a íntegra das cartas:   Havana, 3 de março de 2009 Com. Raúl Castro Ruz Presidente dos Conselhos de Estado e de Ministros Segundo Secretário do Comitê Central do Partido de Cuba   Companheiro Raúl:   Me dirijo a você para renunciar a meus cargos como membro do Comitê Central do Partido Comunista de Cuba e de seu Birô Político e a minha condição de Deputado, Membro do Conselho de Estado e Vice-presidente do Conselho de Estado.   Reconheço os erros cometidos e assumo a responsabilidade. Considero que foi justa e profunda a análise realizada na última reunião do Birô Político.   Você pode estar seguro de que meu novo posto de trabalho será uma oportunidade para continuar servindo à Revolução e sempre, como até hoje, serei fiel ao Partido, a Fidel e a você.   Fraternalmente, Carlos Lage Dávila         Havana, 3 de março de 2009 Com. General do Exército Raúl Castro Ruz Presidente dos Conselhos de Estado e de Ministros Companheiro General do Exército   Querido Raúl:   A partir da discussão mantida pelo Birô Político de nosso Partido, na qual participei como convidado, informo minha decisão de renunciar a minha condição de membro do Conselho de Estado, de Deputado da Assembleia Nacional do Poder Popular e de integrante do Comitê Central do Partido Comunista de Cuba.   Reconheço plenamente que cometi erros, que foram analisados amplamente na citada reunião. Assumo minha total responsabilidade por eles.   Continuarei defendendo, com lealdade e modéstia, a Revolução com cujos princípios e ideais estou e estarei sempre plenamente comprometido.   Reitero minha fidelidade a Fidel, a você e a nosso Partido.                                                                                                            Saudações,                                                                                                            Felipe Pérez Roque  

Tudo o que sabemos sobre:
Cuba

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.