Iván Franco/EFE
Iván Franco/EFE

Líder colorado uruguaio promete apoio a Lacalle no 2º turno

Resultados parciais indicam necessidade de 2º turno; Frente Ampla teria obtido entre 47% e 49% dos votos

Efe,

26 de outubro de 2009 | 01h54

O candidato à Presidência do Uruguai pelo Partido Colorado, Pedro Bordaberry, assegurou nesta segunda-feira, 26, que "no pessoal" votará no líder do Partido Nacional, Luis Alberto Lacalle, no segundo turno das eleições uruguaias, que será realizada no dia 29 de novembro.

 

Bordaberry se pronunciou assim no discurso que fez na sede do Partido Colorado, que segundo as projeções alcançaria 17% dos votos, mais do dobro do que previam as pesquisas durante os meses de campanha. Para o candidato colorado, a eleição de novembro "deixou de ser entre partidos e vai ser entre dois cidadãos, Luis Alberto Lacalle e José Mujica". O candidato da Frente Ampla, coalizão de esquerda que venceu nas urnas, não conseguiu a maioria absoluta que teria permitido designar o futuro presidente do Uruguai.

 

Em relação ao bom resultado das pesquisas de boca-de-urna, Bordaberry assegurou que seu partido "goza de boa saúde" e que definitivamente "pode influenciar e o fará nos próximos cinco anos na vida política do país". Assim, o candidato "colorado" disse que "se deteve a tendência abatida de seu partido nos últimos tempos e que ele teve um grande crescimento".

 

Resultado parcial

 

Os primeiros resultados oficiais das eleições gerais realizadas neste domingo no Uruguai confirmam a vitória da coalizão governante de esquerda Frente Ampla (FA) e a necessidade de um segundo turno, dentro de um mês, para definir o futuro presidente do país.

Segundo os primeiros dados da Corte Eleitoral, após a contagem de 19% dos votos emitidos, as porcentagens são:

 

Frente Ampla: 39,15%.

Partido Nacional: 34,35%.

Partido Colorado: 19,21%.

Partido Independiente: 1,85%.

Assembleia Popular: 0,34%.

 

Em Montevidéu, onde a FA tem seu maior volume de votos foram apurados apenas até agora 1% dos sufrágios. As pesquisas das três principais empresas do setor no país, que incluem votos de todo o Uruguai, indicam que a Frente Ampla ganhou as eleições gerais com entre 47% e 49% dos votos, apesar de que será preciso um segundo turno para definir o novo presidente.

 

Nesse segundo turno, que será realizado no dia 29 de novembro, o candidato da FA, José "Pepe" Mujica medirá forças com o do Partido Nacional ou "Blanco", o ex-presidente Luis Alberto Lacalle, que teria obtido entre28% e 3 % dos votos, segundo essas enquetes

Tudo o que sabemos sobre:
UruguaiLacalleBordaberry

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.