Líder da coalizão política de Uribe é preso na Colômbia

A Justiça colombiana deteve nestasexta-feira o senador Carlos Garcia, chefe máximo da coalizãopolítica do presidente Álvaro Uribe no Congresso, por supostasligações com grupos armados ilegais de ultra-direita, informoua procuradoria geral daquele país.A prisão do parlamentar, que também é ex-presidente doCongresso, aconteceu no porto caribenho de Santa Marta, porparte de agentes do Corpo Técnico de Investigação (CTI),acrescentou nota da procuradoria. "A prisão aconteceu em um hotel de Santa Marta por ordem daSala Penal da Corte Suprema de Justiça, que o investiga pelodelito de formação de quadrilha, devido às suas supostasligações com grupos armados ilegais", acrescentou. A Corte Suprema de Justiça está à frente de umainvestigação criminal que levou à prisão pelo menos 32congressistas, enquanto outros 30 são investigados por supostosvínculos com os esquadrões paramilitares de ultradireita. A maioria dos parlamentares é de aliados de Uribe, queapesar da crise e do escândalo desatado pela chamada"parapolítica" descartou a possibilidade de revogar o Congressoe antecipar as eleições legislativas, além de manter umapopularidade muito elevada. "É bom que a Corte Suprema de Justiça, apesar da enormepopularidade do presidente Uribe, tenha a coragem de fazercumprir o Estado de direito", disse José Miguel Vivanco,diretor da Human Rights Watch, em Nova York. (Reportagem de Javier Mozzo Peña)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.