Líder da oposição venezuelana pede unidade após morte de Chávez

'Precisamos mostrar nosso profundo amor e respeito por nossa Venezuela', disse Henrique Capriles

Patricia Vélez, Mario Naranjo e Andrew Cawthone, Reuters

05 de março de 2013 | 20h31

CARACAS - O integrante da oposição venezuelana mais cotado a participar das eleições antecipadas após a morte de Hugo Chávez, Henrique Capriles, expressou nesta terça-feira solidariedade à família do carismático líder e pediu unidade.

"Num momento tão difícil, precisamos mostrar nosso profundo amor e respeito por nossa Venezuela", publicou Capriles em seu Twitter. "Minha solidariedade a toda a família e aos seguidores do presidente Hugo Chávez. Fazemos um apelo por unidade entre venezuelanos neste momento".

Chávez morreu na tarde desta terça-feira em Caracas após uma batalha de quase dois anos com um câncer na região pélvica. A Constituição determina que devem ser convocadas eleições nos próximos 30 dias.

Tudo o que sabemos sobre:
Hugo ChávezVenezuela

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.