López Obrador diz que não aceita resultado de eleição no México

O candidato de esquerda à Presidência do México, Andrés Manuel López Obrador, disse nesta segunda-feira que não reconhece os resultados das eleições vencidas por Enrique Peña Nieto, argumentando que houve falta de igualdade na disputa e supostas irregularidades.

Reuters

09 de julho de 2012 | 10h40

Peña Nieto, do Partido Revolucionário Institucional (PRI), venceu a eleições de 1o de julho com 38,21 por cento dos votos, enquanto López Obrador ficou com 31,59 por cento e a candidata da situação Josefina Vázquez Mota ficou em terceiro, com 25,41 por cento, de acordo com os resultados oficiais divulgados no domingo.

López Obrador, que acusa seu adversário de compra de votos, disse que vai tomar uma decisão sobre os próximos passos para contestar a eleição até quinta-feira.

(Reportagem de Lizbeth Díaz)

Mais conteúdo sobre:
MEXICOLOPEZOBRADORRESULTADO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.