Lugo encontra filha de 'Che' e Leonardo Boff em Assunção

A filha do lendário guerrilheiroErnesto "Che" Guevara não poupou elogios ao presidente eleitodo Paraguai, Fernando Lugo, com quem se reuniu em Assunçãonesta segunda-feira, semanas antes do ex-bispo assumir seuposto como governante. Aleida Guevara chegou ao Paraguai convidada pelo futuropresidente, que assumirá a Presidência no dia 15 de agosto emmeio à grande expectativa popular após ter derrotado nas urnaso Partido Colorado, que esteve no poder pelos últimos 61 anos. "Falamos sobre como mudar uma sociedade com leis muitorestritivas, pois foram feitas por uma oligarquia nacional",disse Aleida, que é médica pediatra e militante do PartidoComunista de Cuba. Ela mora em Havana. "Falamos de muitas coisas em geral. Disse que estou semdúvidas à disposição, se puder ajudá-lo, o farei e seguramentemeu povo também. Discutimos situações e experiências econcordamos com muitas coisas", acrescentou depois do encontro. Depois de receber Aleida, que expressou admiração pelocompromisso do futuro governante com o povo paraguaio, oex-bispo se reuniu com o brasileiro Leonardo Boff, um dosprincipais representantes da Teologia da Libertação, da qualLugo era adepto durante seus tempos de prelado. O ex-sacerdote franciscano viajou à capital paraguaia paraser o orador de um encontro para promover a preservação daságuas na bacia do Prata, uma antiga iniciativa ecológica queenvolve cinco países da região e é apoiada pela hidroelétricade Itaipú. "O presidente se mostrou muito interessado, e quer apoiar oprojeto", disse. Segundo Boff, Lugo está "plenamente identificado com aTeologia da Libertação", uma corrente católica de contestaçãosurgida na década de 1970. O presidente eleito afirmou que"essa mesma linha implementará dentro de seu governo: a opçãopreferencial pelos pobres". Lugo, de 57 anos, renunciou ao bispado para se dedicar àpolítica, uma decisão que irritou o Vaticano, que o suspendeude suas funções. Espera-se que a Santa Sé se pronuncie em brevesobre a sua situação. (Reportagem de Mariel Cristaldo)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.