Lugo garante que não expulsará 'brasiguaios' do país

Presidente responde a preocupação do governo brasileiro a respeito dos produtores brasiguaios

Ansa,

15 de outubro de 2008 | 11h19

O presidente do Paraguai, Fernando Lugo, garantiu nesta terça-feira que "não há qualquer intenção de expulsar os "brasiguaios" de seu país.   A declaração do presidente veio em resposta à preocupação do governo brasileiro a respeito dos produtores 'brasiguaios' supostamente perseguidos por dirigentes camponeses paraguaios, que os acusam de ocupar as terras de pequenos agricultores locais.   "A grande maioria dos brasiguaios já são paraguaios arraigados", disse Lugo, lembrando-se das primeiras levas de brasileiros que se estabeleceram nas áreas rurais localizadas na fronteira entre os dois países.   Por outro lado, o presidente indicou que existem brasileiros com problemas de documentação, mas assegurou que seu governo fará o possível para regularizar a situação desses ilegais.

Tudo o que sabemos sobre:
Paraguaibrasiguaios

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.