Andre Penner/AP
Andre Penner/AP

Lugo retorna ao Paraguai após iniciar quimioterapia no Brasil

"Sinto-me muito bem, graças a Deus e à medicina também", diz presidente paraguaio

Efe

14 de agosto de 2010 | 10h37

SÃO PAULO - O presidente do Paraguai, Fernando Lugo, retornou neste sábado, 14, ao seu país após iniciar em um hospital em São Paulo o tratamento de quimioterapia para combater um câncer linfático.

 

"Sinto-me muito bem, graças a Deus e à medicina também. Foi muito oportuna à assistência que recebi nesse hospital especializado em oncologia. Eu viajo renovado e com perspectiva muito alta de recuperação", disse Lugo aos jornalistas que o esperavam na saída do hospital.

 

Lugo iniciou na quinta-feira, 12, no hospital Sírio Libanês de São Paulo o tratamento de quimioterapia indicado pelos médicos que coordenavam uma bateria de exames desde terça-feira na mesma instituição para confirmar o diagnóstico de câncer linfático em três partes do corpo.

 

Além da sessão da quinta-feira, o governante será submetido a outras cinco em Assunção no intervalo entre 21 e 25 dias. Os exames realizados em São Paulo confirmaram o diagnóstico de linfoma em um gânglio inguinal - que foi extirpado em 4 de agosto -, em um nódulo no mediastino (tórax) - que não pode ser retirado - e em uma lesão em uma região óssea na terceira vértebra.

 

"Este tratamento vai durar alguns meses e vamos seguir ao pé da letra para ficar bem e servir a este povo que nos elegeu para governar até 2013", apontou o líder.

 

O governante confirmou o encontro em Assunção com os presidentesda Bolívia, Evo Morales, e do Uruguai, José Mujica, que participarão a partir deste sábado no Fórum Social das América.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.