Oswaldo Rivas/Reuters
Oswaldo Rivas/Reuters

Manifestantes se aglomeram em universidade em Tegucigalpa

Tropa de choque está a 30 metros da manifestação; líderes do movimento avaliam continuidade do protesto

Denise Chrispim Marin, enviada especial de O Estado de S. Paulo,

28 de setembro de 2009 | 13h06

Cerca de 500 pessoas se aglomeram na frente da Universidade Pedagógica Nacional em Tegucigalpa, em Honduras. Há cerca de 15 minutos, oficias da polícia advertiram os líderes do movimento em favor da restituição de Manoel Zelaya na presidência de Honduras a se dispersarem.

 

Veja também:

lista  Honduras, pobre e dependente dos EUA

lista Eleito pela direita, Zelaya governou à esquerda

especialCronologia do golpe de Estado

especialEntenda a origem da crise política

mais imagens Veja galeria de imagens do dia de hoje

video TV Estadão: Jornalistas discutem impasse

video TV Estadão: Ex-embaixador comenta

 

Uma tropa de choque já está preparada a uma distância de cerca de 30 metros da aglomeração, munidos de um caminhão com jatos d'água. Neste momento, os lideres da "resistência" avaliam se vão continuar com a manifestação, que deveria se deslocar até a Universidade Autônoma de Honduras.

 

O Exército colocou suas tropas nos principais pontos da cidade. A Polícia fez um cerco nas redondezas da Universidade Pedagógica da caítal hondurenha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.