Marinha da Colômbia destrói submarino de narcotraficantes

Descoberta no sudoeste do país, nave teria capacidade para transportar de oito a dez toneladas de cocaína

Efe

17 de fevereiro de 2010 | 05h17

A marinha colombiana encontrou e destruiu, nesta terça-feira,16, um submarino que estava sendo construído para o transporte de drogas por narcotraficantes, segundo fontes oficiais. De acordo com as fontes, o submarino media 16,9 metros de comprimento por 2,75 metros de largura e já estava na fase final de construção.

 

O submarino estava situado junto à localidade de Mosquera, no departamento (estado) de Mosquera, no sudoeste do país. De acordo com o chefe do Comando Conjunto do Pacífico da Marinha colombiana, general Justo Eliseo Peña, o aparelho teria capacidade para transportar entre oito e dez toneladas de cocaína.

 

Na ação militar também foi encontrada e destruída uma oficina artesanal e um acampamento para alojar cerca de 30 pessoas. Entretanto, os militares responsáveis pela operação não informaram capturas de suspeitos de envolvimento no caso.

 

Esta é a primeira apreensão de um submarino pela Marinha da Colômbia em 2010. Desde 1993, as autoridades do país apreenderam 54 submarinos que eram utilizados para transportar drogas ilícitas, principalmente cocaína, 20 deles em 2009.

Tudo o que sabemos sobre:
submarinonarcotráfico: Colômbia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.