Matemático é libertado após cinco meses em poder das Farc

Angel foi o último dos seis reféns seqüestrados pela guerrilha em 13 de janeiro a ser libertado

Efe,

04 de julho de 2008 | 05h23

O matemático Alf Onshuus Niño Ángel foi libertado nesta quinta-feira, 3, no departamento de Chocó (noroeste), após ficar por pouco mais de cinco meses em poder das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), informaram as autoridades. Veja também:Betancourt viaja para Paris com filhos e chanceler francêsPara Fidel, seqüestro de Betancourt foi 'cruel e injustificado'Libertação foi milagre, precisamos lutar pelos reféns, diz IngridIngrid pede liga de países para libertar reféns Lula cobra sensibilidade das Farc para soltar refénsO drama de IngridPor dentro das Farc Histórico dos conflitos armados na região   Cronologia do seqüestro de Ingrid BetancourtLeia tudo o que foi publicado sobre o caso Ingrid BetancourtO seqüestro de Ingrid Betancourt O secretário do Governo dessa região, Rufino Córdoba, explicou que o libertado era o último dos seis reféns seqüestrados pelas Farc no dia 13 de janeiro. Córdoba não informou detalhes sobre a libertação do matemático, que é professor da Universidad de Los Andes, em Bogotá. O professor e as outras cinco pessoas seqüestradas em janeiro faziam parte de um grupo de 19 turistas que passeava no balneário de Nuquí, cerca de 650 quilômetros ao noroeste da capital colombiana. Um comando rebelde que atua nessa região abordou a lancha na qual os turistas viajavam e seqüestrou seis deles.

Tudo o que sabemos sobre:
Farcseqüestrolibertação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.