Material expelido por vulcão pode cair sobre cidade chilena

Uma enorme nuvem de cinzasquentes, gás e rocha derretida, suspensa no ar a váriosquilômetros de altura, está mais baixa, o que preocupa oschilenos quanto à possibilidade dos vilarejos de Chaitén,vizinhos ao vulcão de mesmo nome, serem cobertos pelo materialincandescente, disse um especialista nesta terça-feira. Luis Lara, cientista da agência governamental de geologia emineração, disse que a coluna de cinzas, antes suspensa a 30quilômetros de altura, agora está a 7 quilômetros de distânciado chão. A nuvem era mantida no alto pela pressão das constanteserupções, mas pode despencar totalmente, cobrindo 6 quilômetrosda cidade-fantasma de Chaitén com gás aquecido, cinzas e rochasderretidas. "Estas pequenas quedas, que geram fluxos menores dematerial incandescente, são normais. Não são tão sérias porqueafetam uma área pequena, a parte mais alta do vulcão", disseLara. "Mas isso não descarta o pior cenário", afirmou. "Enquantoa coluna continuar suspensa, uma queda grande não deixa de seruma possibilidade." Milhares de pessoas tiveram de esvaziar um raio de 30quilômetros em volta do vulcão Chaitén, que fica a 760quilômetros da capital do país, Santiago. O Chaitén entrou em atividade pela primeira vez em milharesde anos, no dia 2 de maio. As cinzas cobriram a vegetaçãoatingiram lagos e fiordes de cinza no sul da Patagônia -- áreaturística repleta de montanhas e choupanas. Imagens de satélite mostram uma faixa branca cobrindo o sulda América do Sul. Boa parte das cinzas cobriram cidadesargentinas. Elas também se depositaram no fundo no rio Chaitén,que transbordou na segunda-feira devido às fortes chuvas. O governo da presidente Michelle Bachelet agendou para estaterça-feira o lançamento de um pacote de medidas de ajuda paraas 7 mil pessoas que tiveram de deixar suas casas --algumasdelas estão em abrigos improvisados em escolas e na cidade dePuerto Montt. Muitos estão se hospedando nas casas de familiares eamigos, mas perderam seus meios de sustento e não têm idéia dequando poderão voltar a Chaitén, se é que poderão voltar. O Chile tem a segunda maior cadeia vulcânica do mundo,perdendo apenas para a Indonésia, com cerca de 2 mil vulcões,500 deles potencialmente ativos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.