Médicos americanos morrem após queda de avião no México

Após reabastecer em uma base militar, uma das três aeronaves desapareceu

Efe, TIJUANA

17 de outubro de 2010 | 05h02

Quatro médicos americanos da organização humanitária Samaritanos do Ar morreram no México após a queda de um pequeno avião no qual viajavam pelo noroeste do país.

 

Os fatos ocorreram na sexta-feira, 15, quando três aeronaves que transportavam o pessoal médico tinham partido dos EUA rumo ao México e, após reabastecer em uma base militar deste país, uma delas desapareceu.

 

Minutos após ter decolado de um aeroporto militar, a aeronave caiu por causas ainda não determinadas em uma região serrana próxima ao porto de Enseada.

 

As autoridades identificaram as vítimas como o piloto Roger Lyon, o paramédico Andrew Thiel, a médica Graciela Sarmiento e o cirurgião James Thorndon, residentes todos eles no estado da Califórnia (EUA).

 

Após a localização do aparelho por via aérea, chegaram ao lugar do acidente agentes e peritos mexicanos para levar os quatro corpos ao Serviço Médico Legista de Enseada.

Tudo o que sabemos sobre:
Méxicoavião

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.