Membros do Sendero Luminoso são capturados no Peru

Um comunicado oficial assinalou que dois homens, de 34 e 50 anos, e uma mulher, de 37, foram detidos nos últimos dias

EFE

21 de fevereiro de 2010 | 06h26

Três colaboradores do camarada Artemio, o líder dos remanescentes do Sendero Luminoso, foram capturados pela polícia, informou neste sábado o ministro do Interior peruano, Octavio Salazar.

 

Um comunicado oficial assinalou que dois homens, de 34 e 50 anos, e uma mulher, de 37, foram detidos nos últimos dias.

 

Segundo o ministério do Interior, um homem identificado como camarada Aldo, de 34 anos, foi capturado na sexta-feira como suposto comandante político do destacamento especial de aniquilamento do Sendero Luminoso em várias localidades ao norte de Lima.

 

O outro homem detido foi identificado como camarada Saúl ou Santiago, de 50 anos, capturado na sexta-feira em um distrito de Lima por integrar o comitê regional metropolitano do Sendero Luminoso.

 

Já a mulher, identificada como camarada Karina, foi detida no dia 17 de fevereiro na localidade de Aucayacu, acusada de ter recebido a incumbência de Artemio de coordenador as reuniões de membros do grupo terrorista.

Tudo o que sabemos sobre:
Sendero Luminoso

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.