Menina é resgatada na Argentina após 6 horas presa em poço

Criança de três anos caiu em um estreito poço de irrigação quando caminhava com sua irmã, próximo de sua casa

Efe

17 de novembro de 2010 | 03h15

BUENOS AIRES - Uma menina de três anos foi resgatada na terça-feira, 16, após permanecer seis horas presa em um poço de mais de 20 metros de profundidade em um prédio nos arredores de Buenos Aires, informaram fontes oficiais.

O resgate da criança foi realizado após operação de várias horas liderada por bombeiros e policiais e presenciada pelo governador da província de Buenos Aires, Daniel Scioli.

A menina, chamada Vanesa, caiu no estreito poço de irrigação quando caminhava com sua irmã pelo prédio, que é próximo de sua casa, em uma localidade rural da cidade portenha de Florêncio Varela.

A criança foi transferida de ambulância a um hospital próximo após um resgate "muito difícil", dado que o diâmetro do poço era "muito estreito", explicou Scioli a jornalistas.

O grupo de resgate seguia os movimentos da menina por uma fibra óptica transportada até o lugar onde se encontrava, ao tempo que tentava fazer com que a menina se enganchasse em um arnês.

Enquanto isso, era realizada uma perfuração lateral pra chegar a Vanesa, que finalmente pôde ser trazida à superfície com o arnês.

Tudo o que sabemos sobre:
Argentina, menina, horas, resgatada

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.