Mesmo sem provas, Chávez diz que Ingrid Betancourt está viva

Informação foi dada por líder das Farc ao presidente venezuelano, que media as negociações com guerrilheiros

Efe,

18 de novembro de 2007 | 17h16

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, disse neste domingo, 18, em Riad, na Arábia Saudita, que acha que Ingrid Betancourt está viva e, apesar de não ter nenhuma prova, dará essa informação ao governante francês, Nicolas Sarkozy, na próxima terça-feira, em Paris. "Eu tenho certeza de que Ingrid está viva, apesar de não ter uma prova material, um vídeo, uma gravação", disse Chávez à imprensa, após o fim da terceira Cúpula de Chefes de Estado da Organização de Países Exportadores de Petróleo (Opep). "Mas, antes de sair de Caracas ontem (sábado), recebi a mensagem de (Manuel) Marulanda (líder das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia - Farc), dizendo para confiar em sua palavra e dizer o que transmitirei ao presidente Sarkozy: Ingrid Betancourt está viva e desejamos que esteja livre em breve", disse Chávez. "Mas não há provas", afirmou o presidente venezuelano, que continuará neste domingo sua viagem ao Irã e à França. "Eu quero acreditar em Marulanda. E, além disso, o próprio comissário do presidente (Álvaro) Uribe me disse anteontem (sexta-feira) à noite que está certo de que Ingrid esteja viva. Não há por que pensar o contrário, pensemos positivamente", afirmou. "Ingrid está viva e não apenas Ingrid. Confio, primeiro, em que (os reféns) estão vivos, e segundo, que, graças ao esforço que estamos fazendo, serão libertados", acrescentou. Chávez deve se reunir em Paris com Sarkozy na terça-feira, para falar sobre a troca humanitária mediada pelo líder venezuelano. O presidente da Venezuela media desde agosto a troca de 45 reféns que estão em poder das Farc, entre eles a ex-candidata presidencial colombiana Ingrid Betancourt - que também tem nacionalidade francesa -, por 500 guerrilheiros presos.

Tudo o que sabemos sobre:
ChávezIngrid BetancourtFarc

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.