México anuncia fundo de reconstrução de US$ 654 milhões

Fundo será destinado para o estado de Tabasco que teve 70% de seu território afetado pelas inundações

Efe,

07 de novembro de 2007 | 03h41

O presidente do México, Felipe Calderón, anunciou nesta terça-feira, 6, a criação de um Fundo de Reconstrução do estado de Tabasco, afetado por inundações em 70% de seu território, que contará com recursos de 7 bilhões de pesos (US$ 654 milhões). Em uma reunião de avaliação em Villahermosa, capital de Tabasco, o governante mexicano explicou que o fundo será formado em princípio com as economias obtidas na despesa do governo neste ano. "Sei que não é suficiente mas é o começo. Os recursos deste fundo, como disse, sairão de receitas excedentes deste ano", explicou Calderón na seu quarta visita a Tabasco desde que as inundações começaram, com mais de 1 milhão de desabrigados. Desde 29 de outubro, Tabasco vive uma situação de emergência após o transbordamento dos rios. As águas inundaram 80% da capital, Villahermosa, e 70% de todo o território do estado. Calderón convocou também os mexicanos que "estão em possibilidade material" para contribuir e criar um fundo com donativos privados para a reconstrução do estado. O presidente afirmou que o governo criará também um fundo especial para o estado de Chiapas, vizinho de Tabasco, para atender às necessidades da população. O ministério da Fazenda enviará 100 toneladas de roupa, sapatos, roupa de cama, toalhas e outros bens que foram apreendidos nas alfândegas e serão entregues aos desabrigados. Calderón anunciou ainda a isenção de pagamento provisório do Imposto de Renda este ano e no primeiro semestre de 2008 para os moradores de Tabasco e Chiapas. Os empresários não terão de pagar o Imposto Empresarial de Taxa Única correspondente ao primeiro semestre do próximo ano. Na segunda-feira, Calderón anunciou a criação de um fundo para apoiar a reativação das pequenas e médias empresas, com 200 milhões de pesos (US$ 18,5 milhões). O Comitê Olímpico Internacional (COI) e a Organização Desportiva Pan-americana (Odepa) anunciaram na capital mexicana um donativo de US$ 100 mil para os desabrigados pelas inundações.

Tudo o que sabemos sobre:
Méxicoinundações

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.