México captura assessor de chefão do narcotráfico de Sinaloa

'La Puerca' seria responsável pelo ingresso dos carregamentos de cocaía e heroína nos EUA

Reuters

09 de novembro de 2010 | 07h30

Outros sete supostos traficantes foram presos junto de 'La Puerca'.

 

CIDADE DO MÉXICO - Um importante assessor do principal chefão do tráfico de drogas no México foi apresentado na segunda-feira, 8, pelas autoridades locais, depois de ter sido capturado na véspera, após um confronto armado.

Manuel Fernández Valencia, conhecido como "La Puerca", foi apresentado pela Secretaría de Segurança Pública (SSP) como "o principal colaborador e introdutor de droga nos EUA" a serviço do chefão Joaquín "El Chapo" Guzmán.

Fernández foi detido no domingo em uma operação na cidade de Culiacán, no estado de Sinaloa, norte do México, depois de um confronto que durou quase 20 minutos, durante o qual um comando do narcotráfico tentou resgatá-lo. Outros sete homens foram presos com ele.

Ele seria responsável pelo ingresso de carregamentos de cocaína e heroína nos EUA, onde era procurado pela polícia, segundo a SSP.

Joaquín "El Chapo" Guzmán é o chefe do poderoso cartel de Sinaloa, que empreende uma sangrenta guerra contra seus rivais, iniciada em 2005.

Guzmán é o homem mais procurado no México e é descrito por funcionários de agências antidrogas norte-aemricanas como "quase intocável".

 

Mais de 31 mil pessoas morreram devido à violência do narcotráfico no México desde o final de 2006, quando o presidente Felipe Calderón assumiu o cargo e lançou operações com militares e policiais para combater os cartéis.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.