México confiscou 839 toneladas de substâncias para drogas sintéticas

Militares mexicanos encontraram produtos como phenylacetamide e ácido tartárico em uma dispensa de 2.500 metros quadrados, dentro da zona industrial de Querétaro

Efe,

21 de julho de 2011 | 01h45

Autoridades informaram que as substancias químicas foram encontrados em uma dispensa de 2.500 metros quadrados

 

 

 

MÉXICO - Soldados do exército mexicano encontraram no estado de Querétaro 839,5 toneladas e 340 mil litros de substância para drogas sintéticas, informou na quarta-feira, 20, a Secretaria da Defesa Nacional (Sedena), o que representa a maior apreensão deste tipo de substâncias na história do país.

 

A Sedena explicou em comunicado que as substâncias químicas foram encontradas na segunda-feira em uma dispensa de 2.500 metros quadrados, dentro da zona industrial de Querétaro, a cerca de 160 quilômetros da capital mexicana.

 

A fonte detalhou que no local os militares encontraram 787 toneladas de phenylacetamide e 52,5 toneladas de ácido tartárico.

 

Além disso, foram apreendidos 1.700 barris, com capacidade total para 340 mil litros, carregados com matéria-prima para drogas sintéticas.

 

Por fim, foram localizados 863 garrafões de 30 litros cada um com diversas substâncias químicas, em operação que a Sedena não precisou se terminou com detidos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.