México dará quase US$ 1 milhão por dados sobre atentados

Informações são para quem der informações sobre as explosões que deixaram 7 mortos em 15 de setembro

EFE

20 de setembro de 2008 | 02h13

O procurador mexicano Eduardo Medina Mora informou neste sábado que entregará uma recompensa de até 10 milhões de pesos (US$ 950 mil) para quem der dados sobre as explosões que deixaram 7 mortos em 15 de setembro, em Morelia. Medina explicou em coletiva de imprensa que o valor será entregue em proporção à relevância da informação, na tentativa de esclarecer os atentados que aconteceram durante as festas do Dia da Independência. A Procuradoria informou que manterá em sigilo a identidade dos informantes. Estas medidas acontecem depois que, na segunda-feira passada, acontecesse o primeiro atentado do crime organizado contra a população e parece responder a uma tentativa das autoridades de envolver os cidadãos na luta antidrogas.

Tudo o que sabemos sobre:
Méxicoatentados

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.