Ministros do Esporte e de Política Econômica tomam posse no Equador

Vela substitui Raúl Carrión à frente do Ministério do Esporte, que renunciou há duas semanas, quando saltou um escândalo de corrupção nessa pasta. Já Borja substitui Pedro Páez, que renunciou para se candidatar às eleições gerais de abril

EFE

24 de dezembro de 2008 | 01h37

Os novos ministros de Política Econômica, Diego Borja, e Esporte, Sandra Vela, assumiram nesta terça-feira seus cargos no Equador. Vela substitui à frente do Ministério do Esporte Raúl Carrión, que renunciou há duas semanas, quando saltou um escândalo de corrupção nessa pasta. Apesar de Carrión não ter sido implicado no caso, vários de seus colaborares mais próximos foram acusados de enriquecimento ilícito e de corrupção em contratos de obras de infra-estrutura esportiva. Já Diego Borja, que até agora era membro da Comissão Legislativa e que fez parte da Assembléia Constituinte que redigiu a nova Carta Magna do Estado, assumiu o Ministério Coordenador de Política Econômica. Borja substitui no cargo Pedro Páez, que renunciou na semana passada para se candidatar às eleições gerais de abril. Apesar de não pertencer ao movimento governista Aliança País, liderado pelo presidente Rafael Correa, Borja apoiou a estratégia econômica formulada pelo Governo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.