Miss mexicana continua presa por tráfico de drogas

A modelo mexicana Laura Zuniga, que foi presa sob acusações de tráfico de drogas, deverá continuar na cadeia por mais 40 dias, ordenou a Justiça na sexta-feira, durante a investigação de suas conexões com violentos narcotraficantes. Laura Zuniga, atual Miss Sinaloa, foi detida em uma blitz na segunda-feira ao lado de vários homens armados. Um juiz ordenou que Zuniga continue presa durante a investigação, disse a Promotoria em nota. Um dos homens presos com Zuniga, 23 anos, está ligado à liderança do cartel de Juarez, que opera lucrativas rotas de drogas para os Estados Unidos, disseram os investigadores. Zuniga, que ganhou o título de Miss SInaloa e iria participar da competição Miss Internacional 2009 no ano que vem na Ásia, era namorada do líder do tráfico, disse a polícia. A modelo de cabelos castanhos foi intutulada "Rainha da América Hispânica 2008" em um concurso na Bolívia. Soldados acharam dois rifles de assalto e mais de 55 mil dólares em dinheiro dentro dos veículos em que Zuniga e os homens estavam, disseram os investigadores. (Reportagem de Anahi Rama e Jason Lange)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.