Morales aceita referendo que pode revogar seu mandato

Consulta foi aprovada pelo Senado da Bolívia, controlado pela oposição.

Agênicias internacionais e Efe

08 de maio de 2008 | 21h54

O presidente da Bolívia, Evo Morales, aceitou nesta quinta-feira, 8, convocar um referendo que pode revogar seus mandato e de outros nove governadores em um prazo de 90 dias, informou a agência France Presse.   Veja também: Senado aprova referendo para revogar mandato de Morales Morales convoca diálogo com governadores para 12 de maio    O referendo foi aprovado na quinta pelo Senado da Bolívia, controlado pela oposição.   A lei foi proposta inicialmente pelo próprio Morales em dezembro de 2007, quando a Bolívia atravessava uma tensa situação política relacionada com o processo constituinte, mas sua tramitação ficou estagnada por vários meses no Senado, após ser aprovada em janeiro na Câmara dos Deputados.   Entre os protestos do Governo por considerá-la "inoportuna", a maioria opositora no Senado decidiu hoje aprovar a lei sobre o referendo revogatório.

Tudo o que sabemos sobre:
Evo MoralesBolívia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.