Morales anuncia que reconhecerá Palestina como Estado independente

Brasil e Argentina já reconheceram o Estado palestino segundo fronteiras de 1967

Efe,

17 de dezembro de 2010 | 18h59

Morales cumprimenta Cristina e Lula durante cúpula do Mercosul

 

CIUDAD DEL ESTE, PARAGUAI- O presidente da Bolívia, Evo Morales, anunciou nesta sexta-feira, 17, que enviarará na próxima semana uma carta à Autoridade Nacional Palestina (ANP) "para reconhecer a Palestina como um estado independente e soberano".

 

Morales fez o anúncio em entrevista coletiva com seus colegas do Paraguai, Fernando Lugo, e Uruguai, José Mujica, depois de participar da 40ª Cúpula do Mercosul realizada em Foz do Iguaçu.

 

Na plenária da cúpula, Morales mencionou a Palestina ao saudar a delegação do território. "Nosso reconhecimento à Palestina como um Estado independente", expressou no momento em que mencionava a presença de representações de países alheios ao bloco.

 

Segundo Morales, a carta que enviará na terça-feira também será dirigida "a todos os organismos internacionais". "Não podemos ver de camarote o que vive o povo palestino", disse o líder boliviano na entrevista coletiva, na qual evocou "as lutas de Yasser Arafat", e disse que "é justo o reconhecimento".

 

"Não podemos seguir vendo essa espécie de genocídio", acrescentou Morales em referência ao conflito dos palestinos com Israel, país com o qual rompeu relações em janeiro de 2009, após a última ofensiva do Estado judeu em Gaza.

 

Segundo o governante, "todos temos direito de viver com soberania", por isso é necessário que "as organizações internacionais busquem frear as perdas de vidas", disse.

 

No início deste mês, Brasil e Argentina, membros plenos do Mercosul, decidiram reconhecer o Estado palestino segundo as fronteiras de 1967, e o Uruguai anunciou que fará o mesmo no início de 2011.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.