Morales prepara visita a Irã e Líbia por investimento em gás

O presidente da Bolívia, Evo Morales,embarca na quinta-feira para Líbia e Irã em busca deinvestimentos para o setor de gás, disseram fontes oficiais naterça-feira. A viagem de uma semana ocorre num momento de grave tensãopolítica na Bolívia, devido à resistência da oposição àsreformas esquerdistas do governo, o que inclui a adoção de umanova Constituição. Há cerca de um ano, La Paz decidiu estabelecer relaçõesdiplomáticas com o Irã, e há uma semana recebeu as credenciaisdo primeiro embaixador líbio. Consuelo Ponce, porta-voz da Chancelaria, disse que oCongresso deve aprovar na quarta-feira a viagem de Morales,conforme exige a Constituição quando o afastamento supera cincodias. "O chanceler David Choquehuanca dará detalhes da agenda daviagem depois de que o Congresso a autorize", disse aporta-voz. Outra fonte governamental informou, porém, que o objetivo ébuscar investimentos que permitam à Bolívia manter uma produçãode gás suficiente para cumprir seus compromissos comerciais comBrasil e Argentina. Em setembro de 2007, o presidente do Irã, MahmoudAhmadinejad, fez uma breve visita a La Paz, na qual prometeuinvestimentos de pelo menos 1,1 bilhão de dólares à Bolívia. No começo de agosto, Irã e Venezuela -- dois governosadversários dos EUA -- anunciaram a instalação de duas fábricasde cimento no altiplano boliviano, com um investimento conjuntode 230 milhões de dólares, segundo um relatório oficial. (Reportagem de Carlos Alberto Quiroga)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.