Morales viaja ao Irã para buscar investimentos para a Bolívia

Segundo Ahmadinejad, países possuem 'relações de amizade profundas'

Efe

23 de outubro de 2010 | 19h42

LA PAZ - O presidente da Bolívia, Evo Morales, anunciou neste sábado, 23, que viajará ao Irã esta noite para assinar acordos bilaterais e buscar créditos que facilitem os investimentos no seu país.

 

"Buscamos créditos que melhorem o investimento na Bolívia", declarou Morales na cidade de Cochabamba, horas antes de iniciar sua viagem.

 

O presidente partirá em seu avião, construído originalmente para os diretores do clube de futebol inglês Manchester United, e sua chegada a Teerã é prevista para amanhã, após uma jornada de quase 24 horas.

 

Inicialmente, o Irã tinha anunciado a segunda visita oficial de Morales ao país para a quinta-feira, 28. O líder boliviano se reunirá com o colega iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, que no mês passado manifestou o desejo de aprofundar as relações com a Bolívia.

 

"Irã e Bolívia desfrutam de relações de amizade profundas e estamos preparados para desenvolvê-las em vários setores, como a agricultura, o comércio e a indústria", afirmou.

 

Nas reuniões preparatórias da viagem, delegações de ambos países estudaram os últimos detalhes de um empréstimo de US$ 278 milhões do Irã à Bolívia.

 

Além disso, foi avaliada a possibilidade de que ambos os Estados assinassem acordos de cooperação em setores como a mineração, a agricultura, a indústria e a alimentação.

 

Morales anunciou que voltará à Bolívia na próxima quarta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.