Morte de Marulanda pode trazer paz à Colômbia, diz Equador

Ministra das Relações Exteriores espera que morte de líder das Farc sirva para gerar um processo de paz

Efe,

26 de maio de 2008 | 17h48

A ministra das Relações Exteriores equatoriana, María Isabel Salvador, afirmou nesta segunda-feira, 26, que a morte do líder das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), Pedro Antonio Marín, conhecido como "Tirofijo" ou "Marulanda", permitirá iniciar um processo de paz na Colômbia.   Veja também: Morte de Marulanda mergulha as Farc em dúvidas Família exige corpo de 'Tirofijo', diz militar colombiano Colômbia duvida que enfarte matou 'Tirofijo' 'Alfonso Cano', o novo líder das Farc Por dentro das Farc  Histórico dos conflitos armados na região   Timochenko confirma a morte de Tirofijo     "Ninguém pode se alegrar pela morte de um ser humano", disse nesta segunda Salvador aos jornalistas e ressaltou que espera que o falecimento de Tirofijo "sirva para gerar um processo de pacificação."   "Espero e confio que com a morte de Tirofijo seja possível iniciar novas possibilidades para a libertação incondicional de todos os reféns retidos pelas Farc", ressaltou.   "Tomara que isto abra um caminho para essa possibilidade através do diálogo e, obviamente, se encaminhar para um processo de paz no conflito colombiano", afirmou após uma reunião com o presidente equatoriano, Rafael Correa, e funcionários do Ministério de Exteriores, Comércio e Integração.   Nesta reunião foi analisada "a necessidade de estar muito mais presentes em relação às denúncias e aos processos que o Equador está preparando contra a Colômbia frente à incursão de 1º de março" em território equatoriano, explicou Salvador.   Ela acrescentou que estão sendo "analisados todos os fatos que poderiam se constituir em eventuais crimes sobre os quais Equador vai colocar os processos."  

Tudo o que sabemos sobre:
EquadorColômbiaFarcTirofijo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.