Mortes por terremoto chegam a 'quase 170 mil', diz presidente

Segundo René Préval, quantidade foi contabilizada pelas autoridades; mandatário que adiar eleições

Agência Estado,

28 de janeiro de 2010 | 08h34

O presidente do Haiti, René Préval, afirmou na quarta-feira, 27, que o número de mortos pelo violento terremoto do dia 12 no país subiu para "quase 170 mil". Segundo Préval, quase 170 mil corpos foram

VEJA TAMBÉM:
video Assista a análises da tragédia
mais imagens As imagens do desastre
blog Blog: Gustavo Chacra, de Porto Príncipe
especialEntenda o terremoto
especialInfográfico: tragédia e destruição
especialCronologia: morte no caminho da ONU
lista Leia tudo que já foi publicado
contabilizados desde que o tremor de magnitude 7 na escala Richter atingiu o país caribenho.

 

Estimativas anteriores apontavam que o número de mortos estava em aproximadamente 150 mil. O terremoto atingiu a área de Porto Príncipe, a bastante povoada capital o país. Além disso, nos dias subsequentes houve dezenas de tremores secundários, que segundo especialistas reduzem a chance de se encontrar sobreviventes.

 

Também na quarta-feira, o presidente haitiano sugeriu que as eleições legislativas previstas para 28 de fevereiro devem ser adiadas. Préval disse que essa não é uma decisão definitiva, pois seria ainda necessário falar com "outros protagonistas" nesse processo para haver um consenso. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.