Na TV, Chávez volta a falar em reeleição em 2012

Presidente venezuelano sugeriu que seus eleitores irão lançar um novo referendo para eliminar barreiras

AP

13 de janeiro de 2008 | 17h32

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, voltou a acenar com a possibilidade de concorrer a reeleição em 2012. Chávez sugeriu que seus eleitores irão lançar um novo referendo político para que as barreiras constitucionais que existem hoje impedindo a reeleição sejam retiradas.      Um mês depois de ter perdido um referendo similar, Chávez disse em um discurso transmitido pela TV no sábado à noite, que ele não fará a proposta desta vez e sim seus eleitores.    No dia 2 de dezembro, os eleitores venezuelanos rejeitaram mudanças constitucionais que dariam mais poder a Chávez, deixariam a economia mais próxima dos socialismo e permitiria que ele concorresse à reeleição permanentemente.   "Vamos supor que o partido e as pessoas tomem a iniciativa de realizar uma emenda...A única coisa que peço é que nós não façamos isso agora, não este ano. Nós temos que refazer o jogo", disse Chávez. Ele sugeriu que o novo referendo pode ser realizado em 2010 para perguntar aos venezuelanos se eles apoiariam uma "pequena emenda" que acabe com os limites de mandato presidencial.  

Tudo o que sabemos sobre:
Chávezreeleição

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.