Arquivo/Reuters
Arquivo/Reuters

Naomi Campbell irá ao Haiti para fiscalizar doações

Supermodelo representará esposa do primeiro-ministro britânico em visita a nação caribenha

Efe,

21 de fevereiro de 2010 | 12h27

A top model Naomi Campbell viajará ao Haiti como representante de Sarah Brown, a mulher do primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, com o objetivo de verificar a forma como estão sendo utilizados os 77 milhões de libras (87 milhões de euros) doados pelos britânicos às vítimas do terremoto de 12 de janeiro.

 

Veja também:

linkPresidente haitiano participará de cúpula da Comunidade do Caribe, em Cancún

 

Naomi pretende visitar a nação caribenha em abril, no fim das férias que pretende tirar com seu atual namorado, o multimilionário russo Vladimir Doronin, revelou a própria ao jornal britânico The Mail On Sunday.

 

A supermodelo, de 39 anos, disse que fará de tudo para que a viagem seja discreta, já que o importante para ela é saber que o dinheiro está sendo bem usado em prol das crianças haitianas.

 

Segundo Naomi, foi a própria Sarah que lhe pediu que viajasse ao Haiti, já que a mulher do premiê estaria sem tempo devido a compromissos relacionados às próximas eleições gerais britânicas.

 

Recentemente, durante a semana de moda de Londres, a top britânica organizou um desfile que arrecadou US$ 1,5 milhão a favor do povo haitiano.

 

Além de modelo, Naomi é embaixadora da White Ribbon Charity, uma ONG internacional que combate a mortalidade materno-infantil, da qual Sarah Brown é patrona.

Tudo o que sabemos sobre:
HaitiNaomi Campbell

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.