No Peru, dois militares ficam feridos em ataque

Local dos incidentes é conhecido pela presença do Sendero Luminoso, ligado ao narcotráfico

Efe,

19 de novembro de 2008 | 04h42

Dois militares ficaram feridos nesta quarta-feira em um ataque no sul do Peru, onde se encontram grupos remanescentes do Sendero Luminoso, informou a imprensa local.   O atentado aconteceu na região de Vizcatán, na província de Huanta, conhecida como último bastião dos remanescentes do Sendero Luminoso, que atuam em aliança com os cartéis do narcotráfico.   O ataque aconteceu dois dias depois de uma emboscada mortal três policiais na região de Luricocha, também em Huanta. Fontes oficiais não comentaram o evento.   Em outubro, o Sendero Luminoso protagonizou um dos piores crimes dos últimos anos no país ao matar 15 pessoas, 13 delas militares, em uma emboscada em uma remota região cocaleira de Huancavelica.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.