Nove são assassinados a tiros em guerra do tráfico no México

Cinco pessoas morreram em um mesmo tiroteio; Tamaulipas já registrou 39 mortes em abril

30 de abril de 2010 | 22h47

Efe

 

TAMAULIPAS- Nove pessoas foram assassinadas nas últimas horas no estado de Tamaulipas, no norte do México, fronteiriço com os Estados Unidos, cinco delas em um tiroteio em um comércio, informaram nesta sexta-feira, 30, fontes oficiais.

 

O incidente ocorreu na noite de quinta-feira na localidade de San Fernando, de acordo com a Procuradoria estatal, mas os corpos ainda não foram localizados.

 

Dois outros corpos foram encontrados com marcas de bala em um veículo e mais outro em um bar, também atingido por tiros. Um último assassinato ocorreu na cidade de Altamira.

 

Com estas, chegam a 39 as mortes em ações violentas atribuídas ao crime organizado no estado de Tamaulipas durante abril.

 

O estado é sede do cartel do Golfo, do qual seu braço armado, os Zetas, se emancipou recentemente. Os dois grupos mantêm uma guerra pelo controle do tráfico do território.

 

A violência em Tamaulipas causou grande alarme no país, apesar de as autoridades do estado tentarem manter uma imagem de calma.

 

Desde dezembro de 2006, as ações do crime organizado causaram cerca de 23.000 mortos, dentro da chamada guerra ao narcotráfico empreendida pelo governo federal, e da luta entre os cartéis para controlar a venda de drogas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.