Número de casos de cólera chega a 73 na República Dominicana

Autoridades afirmam que doença está sob controle; no Haiti, surto matou mais de 2.500

Efe,

22 de dezembro de 2010 | 22h57

SANTO DOMINGO- As autoridades sanitárias da República Dominicana confirmaram nesta quarta-feira, 22, três novos casos de cólera, o que eleva a 73 o número de afetados pela doença no país.

 

Os últimos casos foram registrados na capital e nas províncias de Elías Pina e Dajabón, que fazem fronteira com o Haiti. O Ministério de Saúde dominicano iniciou hoje a segunda jornada nacional de educação e prevenção da doença.

 

Segundo o ministério, todos os doentes no país estão em bom estado de saúde e a cólera está "sob controle". No vizinho Haiti, um surto da doença matou mais de 2.500 pessoas.

 

A cólera apareceu pela primeira vez em outubro passado, na cidade haitiana de Mirebalais, região central do país.

 

Um estudo médico francês garante que o surto foi causado por fezes jogadas em um rio de soldados do Nepal membros da Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.