Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Aliosha Marquez/AP
Aliosha Marquez/AP

Número de mortos no terremoto no Chile sobe para 497

Ministério do Interior anunciou mais 45 vítimas; governo pretende reconhecer todos os mortos da tragédia

Efe,

08 de março de 2010 | 19h32

As autoridades chilenas já identificaram 497 corpos das centenas de vítimas deixadas pelo terremoto e posterior tsunami que atingiu o país em fevereiro.

 

Terremoto no Chile

Estadão de hoje: Chilenos devolvem produtos saqueados

linkTerremoto faz militares voltarem à vida dos chilenos

 

Patrício Rosende, subsecretário do Ministério do Interior, anunciou nesta segunda-feira, 8, os nomes de mais 45 mortos. Eles somam-se às 452 vítimas da catástrofe reconhecidas até sexta-feira passada.

 

O governo chileno decidiu entregar somente os números de mortos identificados. Até o momento o Escritório Nacional de Emergência (Onemi) informou a morte de 802 pessoas em decorrência do terremoto.

 

Rosende também afirmou que o Governo pretende reconhecer todos os mortos da catástrofe. "Nos parece que essa é a homenagem que corresponde fazer a esses chilenos", disse.

 

A afirmação foi uma resposta à informação recebida pela presidente Michelle Bachelet durante uma visita à região do Maule, uma das áreas mais afetadas pela tragédia.

 

No local, a governante foi informada que podia haver diferenças entre o número de vítimas contabilizado pelo Exército e os números da Onemi.

Tudo o que sabemos sobre:
terremotoChilemortos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.