Wilson Pedrosa/AE
Wilson Pedrosa/AE

Obama pede que Lula pressione Irã contra programa nuclear

EUA dizem que Brasil pode aproveitar boa relação comercial com Teerã em diálogo sobre projeto atômico militar

09 de julho de 2009 | 08h54

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu ajuda ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva para pressionar o Irã para que este renuncie a um programa nuclear com fins militares, informou a Casa Branca nesta quinta-feira, 9. Os dois líderes se reuniram por 30 minutos, à margem da Cúpula do Grupo dos Oito (G-8, os sete países mais desenvolvidos e a Rússia) que acontece na cidade italiana de L'Aquila, em um encontro no qual abordaram a situação no Irã, o golpe de Estado em Honduras, a crise econômica, a energia e a mudança climática.

 

Segundo o porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, Obama explicou a Lula que os EUA contam com o Brasil, que mantém boas relações comerciais com o Irã, para ajudar a convencer a República Islâmica a renunciar a um programa nuclear com fins militares. Segundo Gibbs, Obama disse a Lula que essas boas relações concedem ao Brasil uma oportunidade única para reiterar a posição do G-8 acerca do Irã.

 

Veja também:

Lula dá camisa da seleção a Obama

G-8 dará chance a negociação com Irã, diz Nicolas Sarkozy

Obama e Berlusconi visitam região destruída por terremoto

G-8 ainda vê risco e pede mais estímulo à economia

G-8 propõe acerto climático fraco 

 

Em sua reunião, Obama também expressou a Lula seu agradecimento pela coordenação do Brasil e de outros países no continente para buscar uma solução diplomática em Honduras, de modo que o deposto presidente Manuel Zelaya volte ao poder.

 

Obama disse a Lula da Silva que ainda há tempo de acertar as diferenças sobre a questão climática entre as principais potências industrializadas e países em desenvolvimento. Para o líder americano, é possível avançar antes da reunião da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre o novo tratado de mudança climática que será realizada em Copenhague em dezembro.

 

O presidente Lula aproveitou o encontro com Obama para cumprir uma promessa feita na véspera da reunião. Lula entregou a Obama uma camiseta da Seleção brasileira autografada por todos os jogadores que foram campeões da Copa das Confederações na África do Sul no mês passado.

Tudo o que sabemos sobre:
LulaBarack ObamaIrãEUABrasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.