OEA aprova missão para reavaliar readmissão de Honduras

A Organização dos Estados Americanos (OEA) aprovou nesta terça-feira um plano para enviar uma missão de "alto nível" a Honduras para avaliar a situação jurídica e política do país, levando eventualmente à sua readmissão na entidade.

REUTERS

08 de junho de 2010 | 17h08

A OEA suspendeu Honduras no ano passado por causa do golpe que derrubou o presidente Manuel Zelaya. A readmissão foi discutida durante horas na segunda-feira, até que se decidiu pela formação da comissão, que terá até 30 de julho para apresentar seu relatório à Assembleia Geral.

O plano foi confirmado nesta terça-feira pela 40a Assembleia Geral da OEA, que ocorre em Lima, no Peru. A situação de Honduras não estava na agenda oficial, mas dominou o evento. Os Estados Unidos defendem a readmissão imediata de Honduras, ao contrário do Brasil e de outros países latino-americanos.

(Reportagem de Patricia Vélez e Teresa Céspedes)

Tudo o que sabemos sobre:
PERUHONDURASOEA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.