Onda de calor mata pelo menos 22 pessoas no México

Alguns regiões do norte do país chegaram a registrar temperaturas de até 40 graus

Efe,

22 de outubro de 2007 | 01h23

Pelo menos 22 pessoas morreram em razão da onda de calor que atinge vários estados do norte do México, informou no domingo, 21, a Secretaria de Saúde mexicana. As autoridades informaram em comunicado que 17 pessoas morreram no estado de Sonora e dois na Baixa Califórnia (norte), uma em Veracruz, outra em Tabasco (Golfo do México), e uma em Quintana Roo (Caribe). Todas as mortes ocorreram entre 22 de março e 18 de outubro, acrescentou a fonte. O Ministério informou que as temperaturas mais altas, entre 30 e 40 graus, foram registradas em Chihuahua, Baixa Califórnia Sul, Coahuila, Colima, Guerrero, Jalisco, Morelos, Nayarit, Nuevo León, Oaxaca, Puebla, San Luis Potosí, Sinaloa, Sonora, Tabasco, Tamaulipas e Veracruz.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.