Onda de frio já provoucou morte de 70 crianças no Peru

Em meio aos esforços pós-terremoto, governo declara estado de emergência por causa de temperaturas

Efe,

20 de agosto de 2007 | 19h10

O governo do Peru prorrogou no domingo, 19, o estado de emergência declarado em dez departamentos afetados por uma intensa onda de frio que castiga o país.  Veja TambémLatas com fotos de Chávez e Humala causam polêmica Desde abril, as baixas temperaturas já resultaram na morte de ao menos 70 crianças, segundo o Ministério da Saúde. Os termômetros chegaram a 10 ºC negativos em Puno, região de fronteira com a Bolívia. As dificuldades enfrentadas pelos moradores dos andes peruanos vêm no momento em que a ajuda humanitária se concentra em socorrer às vítimas do forte terremoto que devastou grandes áreas do sudoeste do país na última quarta-feira, 15.  A medida foi publicada no domingo pelo diário oficial, e terá validade de 30 dias. As regiões afetadas pelo estado de emergência são Pasco e Junín, no centro do país, e Ayacucho, Apurímac, Arequipa, Cusco, Huancavelica, Moquegua, Puno e Tacna, todos no sul.

Tudo o que sabemos sobre:
terremotoPeruonda de frio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.