Ônibus cai em ribanceira, mata 23 e fere 21 na Colômbia

Acidente aparentemente foi provocado pela 'falta de visibilidade'; sete dos feridos estão em estado grave

Efe,

23 de julho de 2008 | 01h16

Pelo menos 23 pessoas morreram nesta terça-feira, 22, em um acidente com o ônibus que as transportava por uma estrada de Putumayo, departamento (estado) da fronteira sul da Colômbia com o Equador, disseram fontes das equipes de resgate. O veículo caiu em uma ribanceira de cerca de 500 metros de profundidade quando ia para a capital departamental, Mocoa, dentro de uma rota que incluía como destino final a cidade de Pasto, na região vizinha de Nariño. Além dos mortos, a tragédia deixou 21 feridos, sete dos quais se encontram em estado grave. Segundo o diretor da Polícia de Estradas, general Luis Alberto Moore, o acidente aparentemente foi provocado pela "falta de visibilidade". Já o chefe do Corpo de Bombeiros Voluntários de Mocoa, capitão Alfonso Cruz, disse a um correspondente da Rádio Caracol que o barranco do qual o ônibus caiu fica em uma zona rural a mais de um hora e meia da capital de Putumayo. O ônibus tinha partido nesta segunda-feira às 20 horas (22 horas de Brasília) de Puerto Asís, localidade da mesma região, e se acidentou quatro horas e meia depois, segundo os testemunhos de alguns dos sobreviventes. Cruz disse que os feridos, entre eles várias crianças, foram levados a um hospital de Mocoa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.