ONU aumenta distribuição de comida no Haiti

Nações Unidas distribuirão 8.000 toneladas de comida nos próximos dias

AP

17 de abril de 2008 | 19h51

A Organização das Nações Unidas (ONU) passou a adotar novas medidas para lidar com o aumento do preço dos alimentos no Haiti e distribuirá 8.000 toneladas de comida nos próximos dias.        A revolta com a elevação dos preços desencadeou recentes protestos e incidentes de violência nos quais pelo menos sete pessoas morreram no Haiti. A crise ameaça a frágil estabilidade do país mais pobre do hemisfério ocidental.     Michele Montas, porta-voz da ONU, disse hoje que a distribuição de comida pelo Programa Mundial de Alimentação se concentrará em crianças, mulheres grávidas e com bebês de colo nas regiões norte, oeste e central do Haiti.             Ela anunciou ainda que o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) duplicará seu programa de alimentação infantil e aplicará cerca de US$ 1,6 milhão em projetos de saneamento básico no noroeste e no centro do país.

Tudo o que sabemos sobre:
HaitiONU

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.