ONU pede US$ 100 milhões de ajuda para o Haiti

Furacões e tempestades tropicais deixaram um saldo de pelo menos 317 mortos no país

Efe,

10 de setembro de 2008 | 02h53

O Haiti precisa de uma ajuda de US$ 100 milhões para se recuperar dos recentes desastres naturais que sofreu, disse nesta terça-feira, 9, no Panamá o subsecretário-geral da ONU para Assuntos Humanitários, John Holmes. Holmes definiu a situação do Haiti como "verdadeiramente desesperadora", e anunciou que a ONU lançará mundialmente na próxima quinta-feira um pedido para conseguir a ajuda internacional. Pouco após se reunir com o primeiro vice-presidente e chanceler panamenho, Samuel Lewis Navarro, o alto funcionário da ONU assinalou em entrevista coletiva que esse pedido de ajuda é parte do planejamento que o Escritório de Coordenação de Assuntos Humanitários das Nações Unidas (OCHA) preparou para o Haiti. No Haiti, há milhares de desabrigados pelas inundações provocadas pelos últimos furacões e tempestades tropicais, que deixaram um saldo de pelo menos 317 mortos. O pedido de ajuda também terá a coordenação da Organização Pan-americana de Saúde (OPS), do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e do Programa Mundial de Alimentos (PMA), e contará com o apoio de países doadores, ONGs e o Comitê Internacional da Cruz Vermelha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.