Federico Parra / AFP
Federico Parra / AFP

Opositor venezuelano Leopoldo López volta à prisão domiciliar depois de quatro dias preso

López e Ledezma, principais opositores do governo Maduro, haviam sido retirados de suas casas na madrugada da última terça-feira

AFP e EFE, O Estado de S.Paulo

06 Agosto 2017 | 00h21

CARACAS – O líder opositor venezuelano Leopoldo López retornou na noite deste sábado, 5, à prisão domiciliar em Caracas, segundo informou a mulher dele, Lilian Tintori. López e o prefeito de Caracas, Antonio Ledezma, haviam sido detidos na madrugada da última terça-feira, 1º, por agentes do Serviço de Inteligência (Sebin) do país.

“Acabam de trazer Leopoldo para casa. Seguimos com mais convicção e firmeza para alcançar a paz e a liberdade da Venezuela!”, disse Lilian, em sua conta no Twitter.

Ledezma já havia sido levado de volta para casa na madrugada desta sexta-feira, 4, conforme sua mulher, Mitzy Capriles. O governo chavista alegou ter levado os dois opositores para a cadeia por suposto risco de fuga.

Mitzy chegou a denunciar no Twitter que não pôde ver o marido ao tentar visitar a prisão militar de Ramo Verde, onde supostamente estava detido. Ela também disse que os agentes do governo não aceitaram que ela deixasse comida e roupas de cama para Ledezma. / AFP e EFE  

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.