Panamá desmantela rede de traficantes ligados às Farc e a cartel mexicano

Autoridades do Panamá prenderam 59 pessoas em uma investigação de uma rede de tráfico de drogas ligada à guerrilha colombiana das Farc e ao poderoso cartel mexicano de Sinaloa.

REUTERS

20 de dezembro de 2014 | 09h40

Durante os 18 meses da operação, as autoridades apreenderam três toneladas de cocaína, além de carros, lanchas e dinheiro, disse o promotor antidrogas Javier Caraballo, em uma conferência de imprensa.

O grupo também teve bloqueadas uma série de contas bancárias, que tinham sido usadas para lavagem de dinheiro.

     A maioria dos detidos é de origem mexicana e colombiana. Os estrangeiros entraram no país como turistas, com nomes

falsos, disse o promotor.

Caraballo disse que a investigação foi realizada com a colaboração da Colômbia, Costa Rica, Guatemala e México.

     (Reportagem de Elida Moreno)

Mais conteúdo sobre:
PANAMADROGAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.