Papa volta a pedir gestos de solidariedade para com o Peru

Pontífice aprovou o envio de R$ 540 mil para ajuda de emergência à população afetada por terremoto

Efe,

22 de agosto de 2007 | 10h08

O papa Bento XVI reiterou neta quarta-feira, 22, seu pedido de "gestos de solidariedade cristã" para ajudar o povo peruano após o terremoto de 15 de agosto, durante a audiência geral realizada na Sala Paulo XVI no Vaticano.   Como fez durante a celebração do Ângelus, no domingo, Bento XVI também expressou seu "afeto e proximidade espiritual ao querido povo peruano, tão testado nos últimos dias".   O pontífice aprovou há poucos dias o envio de 200 mil euros (R$ 540 mil) para ajudas de emergência à população afetada pelo terremoto.   O secretário de Estado do Vaticano, o cardeal Tarcisio Bertone, visitará as cidades peruanas de Ica e Pisco, duas das mais atingias pelo tremor de 7,9 graus na última semana, durante a viagem que já estava programada por ocasião do Congresso Eucarístico peruano, de 23 a 30 de agosto.   Cerca de oito mil desabrigados iniciaram os trabalhos de limpeza das ruas de Pisco, Ica e Chincha, que também foi afetada pelo terremoto. Em Pisco, onde 85% do centro da cidade foram destruídos, 4 mil pessoas, em sua maioria jovens, foram contratadas pelo programa Construindo o Peru, do Ministério do Trabalho e Promoção do Emprego.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.